Martinho Lutero: Mais católico que evangélico?

Martinho Lutero: Mais católico que evangélico?

Esquecendo as coisas velhas e avançando nas coisas do Espírito

Julio Severo
Sou admirador de um dos maiores “católicos” que o mundo já conheceu. Ele foi um monge que ao ler Romanos, compreendeu que a palavra grega comumente traduzida como “penitência” tinha um significado diferente dos costumes religiosos da época.
Entendendo que a tradução certa era “arrependimento,” não “penitência,” ele teve uma caminhada que o conduziu a confrontar seus dilemas interiores e o modo como a religião e a Bíblia viam de modo diferente um mesmo assunto: arrepender-se dos pecados diante de Deus. As confrontações levaram às 95 teses, que denunciavam os abusos cometidos contra a população. Muitos dos abusos envolviam enriquecimento do clero católico à custa de temores religiosos do povo.

Sim, eu amo a mensagem da cruz

A morte de Cristo na cruz é um fato central para o cristianismo. É interessante que é da palavra latina “cruz” vem a palavra “crucial”, isto é, central, principal, importante, primordial...

Estratégias de evangelismo

Quando o grande pregador Billy Graham esteve no Estádio Maracanã, em 1974, numa cruzada evangelística, começou o seu sermão de uma forma curiosa. Ele falou mais ou menos assim:“Eu vim da América para pregar o evangelho. E olhem só que coincidência. Na primeira vez em que estive aqui, em 1960, o campeão foi o América. E agora, em 1974, o América, foi campeão de novo”.
Por que o Billy Graham usou essa ilustração na introdução do sermão? Será que ele torcia pelo time do América?

Seguidores